Drama em demasiado



 
Egoísmo e futilidade não fazem bem. Ódio e magoa não fazem bem. Amor não faz bem. O mundo não faz bem. O mundo fode com a minha vida. 
Meu coração rancoroso grita tão alto ao ponto de rasgar minha carne, extirpar meus ossos.
Meu drama é a vida, viver.
Meu drama é a morte, morrer.
Sou uma mentira de olhos coagulados de sangue. Ácida, desconhecida, calculadamente conto meus passos.
Minha mente desgastada pede um bom frio pra congelar meu corpo, para congelar minhas veias, e um café bem quente.
Protège-moi du feu.
Tenho a solidão, solidão, oh solidão. Tenho desejos intactos, inalterados pelo tempo. Guardo-os como relíquias, relíquias de uma mente insana.

Comentários

Postagens mais visitadas