Je perds et je me trouve en vous



E eu caminhei pelo Viaduto dos Autonomistas
Havia uma ponte, uma linha de trem.
Deixei lá minha decepção do dia.
Enquanto a chuva se transformava em lágrimas.
Enquanto eu ia me perdendo aos poucos.
Enquanto meus dedos trêmulos passavam pelo o corrimão.
Eu deixei lá, minha alma se descolou.
Eu deixei lá a decepção de amor.
Eu deixei lá a minha alegria.
Eu deixei lá a minha dor.

(...)

Lá, naquele lugar estranho.
Eu vi, eu a vi.
De repente.
Lá naquele lugar estranho e vazio
Imaginei estar com ela.
Lá naquele lugar estranho alguma coisa me dizia para ir a outro canto.
Lá eu encontrei-a.

Cigarro atrás de cigarro
Chuva e calor
Sol e nuvens
Você e eu
Não foi
Eu sem você
Você sem eu

Garganta seca
Fumaça
Uma boa dose de dor

Tu sabes guria
Eu sempre estarei aqui.
Bate na porta
Entra.

Comentários

Postagens mais visitadas