Notre corps en un seul



Olhos. Dois olhos. Olhavam-se. Apenas com um olhar, se amavam.
Toque. Tocavam-se. Branco no preto. Preto no branco.
Era a situação mais delicada. Tocavam-se como se fossem quebradiços, frágeis.
Pareciam que estavam hipnotizados um com o outro. No fundo dos olhos, olhavam-se. Olhavam-se no fundo dos olhos.
Não era uma colisão de corpos, era delicado, era frágil, era.. lindo.
Eram dois corpos unidos em um só. Eram duas mentes hipnotizadas. Eram duas almas entrelaçadas. Eram dois destinos. Eram vários sonhos. Era uma sincronia perfeita. Um era feito pro outro...

Comentários

Postagens mais visitadas