Profecias macabras.


E os anjos negros,
tocavam a corneta do Apocalipse.
E as moças dançavam tango
Com piratas sem alma.
Ambos mortos
Mas quanta desordem
Há de haver num mundo
Sem você?

Eu via pessoas,
Eu imaginava situações.
Eu sentia,
Eu pedia
Suplicava.

Grande lástima,
Malditos profetas.
Vocês mentiram.

Transformaram tudo em trevas,
O amor em desamor
A tristeza em dor.

Mas o Anjo,
Salvador de toda a humanidade
Há de aparecer.
Salvar nossas vidas,
E deixar apodrecer no inferno,
Todo o mal. 

Se tu queres um final,
Aniquilar-te-ei.
Começando por seu passado impuro,
Tuas marcas.

Mas você terá que aparecer,
Viver ao meu lado.
Enfrentar teus medos,
Comigo ao teu lado.

Previram o fim de tudo,
Mentiras.

Comentários

Postagens mais visitadas