Without you i'm nothing


Moço,
Te olho de lado
Te espero sentada
Na cadeira de um bar.

Moço,
Te olho nos olhos
E o mundo inteiro se consome
Num piscar.

Moço,
Traz esses lábios p'ros meus
E abraça-me bem forte
Pois és tudo que eu desejo.

Moço,
Nem essa chuva continua
Me fará ir embora e deixar-te aqui.

Moço,
No segundo em que te olhei
Eu pensei
Você pertence a mim.

Moço,
Já te conheço de outras vidas.
Querido, meu amor,
Te amo faz tantos anos.

Moço,
Te vi crescer
Moço,
Te vi chorar
Moço,
Só não te vi amar
A mim.

Moço,
Eu quero tanto você.
Querido,
Eu te cantei uma canção na'quela noite
Te chamei de meu príncipe
Te chamei pra ser meu par
Na dança de corpos e luxúria
De amor, de amor.

Moço,
Adoro seu jeito de andar
Descontrair
De sorrir.

Moço,
Ainda caso contigo
E ainda vamos morar no campo
Cheio de flores - e amores.

Moço,
Quando te olho nos seus olhos
Bem lá dentro
Saibas que é o mesmo que dizer:
Eu te amo tanto.
Pois esses olhares me condenam,
A amar-te ainda mais.
E se desvio o olhar,
É porque depois irá doer.

Moço,
Tardinha da noite escondido choro
Por esse amor mal resolvido.

Moço, querido, príncipe
Meu, doce, cravo.
Eu sou tua flor,
Sou sim, sim, senhor.

Moço,
Eu te dei um coração
O que faz aí parado?
Precisando de sermão?

Peço-lhe novamente,
Me pega pela mão
E vem se aventurar
Nesse meu amar.
É sereno, puro, simples
Respiro você.
É completo, efusivo,
És meu amor imortal.

Moço,
Você é o único
Que me toca.
Qualquer coisa é só outra.

Moço,
Você é o único
Que tem meu coração
Nas mãos.
E o mundo inteiro sabe,
E todos os jornais comentam,
E só pra constar nessa poesia inacabada
Você é o único que sabe o caminho.

Toma jeito,
Pega essa chave,
Abre essa porta
Corre na direção
E abraça meu coração.

E antes que o dia acabe,
Quero que saiba, guri
Eu só penso em ti.

Comentários

Postagens mais visitadas