A sunday smile





Don’t you wanna come with me? Don’t you wanna feel my bones on your bones? 

Um sorriso lindo
Uma felicidade infinita
Uma vontade irracional - tocar, beijar.
Uma banda a tocar
Um coração a bater
Um festival a acontecer,
aquele do coração partido.
Uma timidez desenfreada
Uma flor pegada do chão, como
declaração

Eu me lembro daquele sorriso de domingo,
daquele teu sorriso que irradiava;
meu Sol particular.
Tuas mãos macias, teus cabelos encaracolados e,
o tempo passava devagar
teus olhos me intimidavam.

Eu sei, não foi
e não será
mas não há como guardar
esse amor mal resolvido
dentro desse coração fúnebre
que tanto anseia
o dia em que vai te encontrar,
novamente.

Quero burlar o tempo,
ou voltar ou aproximar
daquele dia.
Uma chance de mudar
por favor
pois essa vontade de você
nunca vai passar.

Quero-te com os defeitos,
não importa se for o pior
pois sei que dentro de ti
sempre vai haver algo de melhor
que tu guardas
pr'aquela pessoa que ainda não encontrou.
Ah, eu quero ser ela. 

Teus olhos,
eu me lembro deles
queria sucumbir ao olhar deles
arrepiavam-me até os ossos.

Tu me oferecias cerveja,
e me dava pouca atenção
e quando fui dançar com teu amigo
a música da banda que tu gostavas
ah, eu senti que não gostou
mas não fez alarde
foi com outras e me deixou pra lá

Mas eu queria mesmo era dançar contigo,
grande tolo.

Nunca entendi
desse poder
que tu exerces
sobre mim
mas eu sei
que enquanto não estiver
em meus braços, pequeno
isto nunca vai ter fim.

E hoje,
vejo-te por fotos
e me culpo - sempre quando lembro-,
por não ter-lhe dito naquele dia de abril:
Quer tecer teu futuro no meu?

Ah, venha cá
tua ruivinha te espera
e sempre vai
esperar.

Evidente que nunca
vou esquecer
pois o melhor dia, meu bem
foi aquele que passei com você;
tu fizeste parte dele
e faz parte de mim agora.

E estás tão longe agora;
dos olhos, do alcance
mas sempre estará perto
em minhas memórias
e nunca irei esquecer
daquele teu sorriso no domingo
da minha ansiedade
e do meu coração
que bateu freneticamente, se desregulou
quando te viu pela primeira vez.

Quero-te pertinho,
agarra-me de mansinho
traz-me um amor brando
pra não doer quando partir.

Comentários

Postagens mais visitadas