You shoulda' seen your little face, burnin' for love...



Um dia - em outra ocasião, em outros cantos, em outros corpos -, você irá sentir minha falta. Você vai sentir minha falta quando eu partir. Irá faltar amor, meu bem.
Lembrar-se-á daquele dia de abril, daquelas noites amenas de prosa, daqueles flertes, das oportunidades perdidas. Vai lembrar com aperto e relutante, do meu cabelo voando, do meu sorriso imenso ao te ver. Das minhas mãos nas suas, da vontade de se juntar em um só. Daquele domingo de sol, aonde nos vimos pela primeira vez e nunca mais fui a mesma.
Eu queimei, queimei de desejo.
O remorso me cobre por inteiro... Arrependida de não ter dado ouvidos ao meu tolo coração, me fatigo de sonhar em reverter.
Enquanto tu me observavas acender o cigarro, meu coração saltava igual a uma criança no pula-pula.
Nós poderíamos fugir daquele amontoado de pessoas e ir para um lugar mais calmo, se conhecer por inteiro, interna e externamente.
Minhas mãos soam, minha mente está a mil. Eu sei que está aqui, só não sei onde. Mil memórias me voltam a mente. Aquela grama, aquele sol... Ah, coração tolo. Aquele festival do coração partido virou da felicidade oprimida, e esse festival virou o da solidão. Agora entrelaço minhas mãos no vazio, pois não há nada para ocupar teu espaço.
Queria tanto compartilhar aquele dia com você novamente. Mas, obviamente, tu estavas em outros céus, em outras bocas. Coberto por outros cheiros, outros, outras.
Esse ano tinha até roda gigante para você me cortejar. Passei dois dias inteiros, encostada em cantos, fumando compulsivamente, e pensando em como seria se tu estivesses ao meu lado. Com um pouco de ternura, de verdade, de amor.
Seu sussurro estático ainda ecoa em meu ouvido, sua voz penetrante, teu jeito charmoso e apaixonante. 
E agora estou aqui, em mais uma noite insone, pensando em acariciar teu cabelo e te chamar de meu. De colar teus lábios nos meus.  Eu poderia ser tua, se quisesse. Poderíamos tecer nosso destino um no outro. Eu poderia ser tua garotinha ruiva, meu amor. Por um dia, por dois dias, e por muito mais tempo.
Um dia, eu sei... Você vai lembrar-se de mim, assim como me lembro de ti. E vai chorar quando ouvir aquela música. 
Teus olhos ainda ficarão marejados de saudade e teu peito vai se encher de nostalgia quando olhar para fotos e lembrar-se de mim.

Você vai sentir minha falta quando eu me for. Eu juro, um dia você ainda vai sentir minha falta, nem que seja por um segundo, um milésimo de segundo.

Comentários

Postagens mais visitadas